terça-feira, 30 de março de 2010

Coronel Villamarín CENSURADO em seu blog do jornal El Tiempo!

Enquanto não chegam notícias a respeito da libertação do cabo Emilio Moncayo, seqüestrado pelas FARC há 12 anos, e cujo processo de entrega atrasou-se em decorrência de fortes chuvas, quero fazer uma denúncia muito grave. Tão logo essas informações cheguem, publico aqui, do mesmo modo que fiz em relação ao soldado Calvo, libertado no domingo passado.

As pessoas, de um modo geral, sabem que a Colômbia é um dos poucos países do hemisfério onde a democracia, o Estado de Direito e as liberdades individuais – inclusive a de imprensa e opinião – são respeitados. O que talvez poucos saibam é que o presidente Uribe não é “o país”, que ele respeita as leis e os três Poderes e, como tal, não controla todas as decisões como aqui no Brasil e na Venezuela onde esses poderes foram seqüestrados pelos neo-ditadores Lula e Chávez.

O Conselho Supremo de Justiça, por exemplo, abriga vários “ex” terroristas e por isso as Forças Militares são sempre vistas com maus olhos e acusadas de “excessos” quando agem contra as guerrilhas ou para-militares. Do mesmo modo a Câmara de Representantes, que abriga senadores e deputados, está repleta de “ex” terroristas, defensores das FARC e até seus porta-vozes, como são os casos mais explícitos de Piedad Córdoba, vulgo “Teodora Bolívar” e Gustavo Petro, do extinto M-19, atualmente candidato à presidência da República.


Há liberdade de imprensa mas, como aqui, mesmo os melhores jornais possuem jornalistas “de esquerda” que conseguem exercer alguma ou muita influência. Então, hoje tomo conhecimento de que o blog que o coronel Luis Alberto Villamarín Pulido mantinha no jornal “El Tiempo” de Bogotá, foi bloqueado, sob a alegação de que o mesmo havia “violado a segunda norma do código de ética do jornal”. A meu ver, o que ocorreu foi a famosa técnica do salame, onde primeiro se diminui o tamanho do espaço, depois a periodicidade da publicação, até extinguirem por completo a participação daquela pessoa indesejada.

Como todos sabem, sou a tradutora oficial do coronel Villmarín no Brasil. Em meados do ano passado ele resolveu publicar também os artigos traduzidos em seu blog do jornal El Tiempo, mas, no começo deste ano, o “analista de qualidade” do referido jornal o proibiu de fazer as publicações em português, alegando que “não havia leitores interessados naquele idioma”. Entretanto, isto não é verdade porque havia vários comentários, em espanhol e em português, e lembro de ter comentado com ele de que não se preocupasse, pois seus artigos estavam sendo publicados aqui no Brasil, e melhor era ele manter o espaço no seu próprio idioma.

Ocorre que a “Casa Editorial El Tiempo” pertence à família de Juan Manuel Santos, ex-ministro da Defesa e atual candidato presidencial pelo partido do presidente Uribe, e o coronel Villamarín o cita em seu último artigo com verdades muito incômodas. Teria sido esse, então, o motivo da “suspensão” ou os motivos teriam um fundo ideológico? É difícil saber mas, o que está claríssimo, é que o coronel Villamarín foi vergonhosamente CENSURADO.

Leiam a mensagem que ele recebeu do Analista de Qualidade de El Tiempo:

“Boa-tarde, Luis Alberto.

Revisando o comportamento de seu blog e em conjunto com o departamento de redação de CEET (Casa Editorial El Tiempo), decidimos bloquear seu blog até nova ordem, por distintas violações à segunda norma do código de ética, a qual lhe anexo na continuação.

‘Não escrever nem publicar imagens que atentem contra a integridade humana; a crítica é muito importante porém enfoque-a para que seja construtiva’.

Detectamos que em várias entradas você enfocou a crítica para a destruição e não para a construção que é o objetivo de toda a comunidade de blogger da Casa Editorial El Tiempo.

Esperamos entenda esta decisão.

Cordialmente,

Sergio Andres Pérez Fernandez

Analista de Qualidade

Portais de informação (Novas Mídias)

Casa Editorial El Tiempo – CEET”

Bem, este senhor dirige-se ao respeitável coronel Villamarín, cujas análises enchem páginas de comentários dos leitores sempre muito elogiosos por suas sérias e coerentes análises, como se fosse um moleque irresponsável e mentiroso. Entretanto, é curioso que em seu último artigo tenha havido mais comentários que o habitual, mas com vários deles de uma mesma pessoa que entrou apenas para desmerecer e desrespeitar, o artigo e seu autor. Confiram aqui o original.

Ocorre que o autor (ou autora, não se sabe ao certo) dos comentários absolutamente descabidos é alguém que também possui um blog neste mesmo jornal, e que assina como “Emma Flood”, embora se tenha quase certeza que trata-se de mais um porta-voz das FARC e que, por isso mesmo, odeia o Cel Villamarín.

Tomando como premissa que o Cel Villmarín “enfocou a crítica para a destruição”, como alega o “analista de qualidade”, por que esta pessoa que assina como “Emma Flood” não foi igualmente bloqueada quando faz descarada apologia às FARC? Vejam seu último artigo publicado na seção de blogs de El Tiempo, cujo titulo é: FARC, política exterior e los errores del gobierno e digam se a “admoestação” feita ao coronel Villmarín não caberia bem melhor a esta pessoa, inclusive vários leitores a denunciam como defensora das FARC.

Lendo os artigos dessa Emma Flood, os comentários desrespeitosos lançados no último artigo do coronel Villamarín em seu nome e nos tantos nicks que “ela” usa, e a censura imposta a ele pelo jornal, não tenho muitas dúvidas de que foi por ordem desta criatura que o respeitável analista estratégico e coronel do Exército Colombiano foi golpeado de forma vil e inaceitável.

No site do jornal El Tiempo não existe um e-mail para contato mas através deste link http://www.eltiempo.com/contacto/home/index.html chega-se à página reservada a todos os tipos de contato. Eu vou denunciar censura e interferência de pessoas defensoras das FARC ao bloqueio do blog do coronel Villmarín e convido aqueles que prezam a liberdade de expressão a fazer o mesmo, sobretudo quando não houve qualquer infração por parte do coronel ao código de ética do jornal.

Mais tarde é possível que haja outra edição falando sobre a libertação do cabo Moncayo que, segundo informações deste momento, a Cruz Vermelha revelou não tê-lo recebido ainda. Fiquem com Deus e até a próxima!

Comentários e tradução: G. Salgueiro

Um comentário:

omapadobrasil.blogspot.com disse...

Cada vez mais aprimora-se o blog OMAPADOBRASIL.BLOGSPOT.COM quando visita blogs de padrão do blog NOTALATINA.BLOGSPOT.COM devido a excelente qualidade deste.

Parabéns por este blog, e vamos nos unir a bem da democracia e na luta pela moralidade na política brasileira que está muito comprometida com a corrupção.

Vamos seguir os blogs irmanados.

Fraternalmente

omapadobrasil.blogspot.com