sábado, 7 de agosto de 2010

Até breve, Presidente Uribe!

O Notalatina ficou sem atualização por um par de semanas, por razões de cunho pessoal, mas hoje não podia deixar de despedir-me, emocionada e ao mesmo tempo triste, deste grande homem que pegou um país afundado em crimes e atos de terrorismo e o devolveu ao seu povo quase totalmente recuperado. Lembro com orgulho da carta que recebi do maior presidente das últimas décadas, na Colômbia e na América do Sul, fato que não acontece todos os dias, nem a todas as pessoas desse Brasil.

Ontem, no jantar de despedida com a cúpula das Forças Militares, o ministro da Defesa de seu governo, Gabriel Silva, condecorou com o grau “general de quatro sóis”, general Ad Honorem, pelos excelentes serviços prestados à Pátria, e o Comandante do Exército, general Oscar González, condecorou-o com a Medalha de Serviços Distinguidos, Escola Geral de Cadetes ‘General José María Córdova’. E em seu discurso de despedida, Uribe disse que muito mais cedo do que esperavam, os colombianos teriam novas boas notícias em relação às FARC, sem contudo especificar de que se tratava.

Hoje, embora sem nenhuma confirmação por parte do Ministério da Defesa, do Comando das Forças Militares ou mesmo do Exército ou da Polícia, o canal de televisão “Caracol” da Colômbia, anunciou que Félix Antonio Muñoz Lascaro, alcunha de “Pastor Alape”, um dos comandantes suplentes do Secretariado Maior Geral das FARC, havia morrido em combates com as tropas do Exército na Serranía del Perijá. Pastor Alape é acusado de liderar o negócio das drogas ilícitas em Magdalena Medio e os Estados Unidos ofereciam uma recompensa milionária por informações que levassem à sua captura. Vejam o que diz o vídeo abaixo:




Espero que essa notícia seja verdadeira, mas posteriormente confirmo ou desminto. Com relação às duas denúncias anteriores à morte do terrorista das FARC, é necessário esclarecer que NÃO foi o presidente Uribe quem apresentou essas denúncias contra Chávez mas seu advogado, Jaime Granados, como advogado de vítimas colombianas, embora o presidente seja citado como “testemunha” das denúncias.

Bem, e como hoje o único objetivo do Notalatina é a despedida de Uribe, apresento abaixo os vídeos de seu último discurso que também pode ser lido aqui, na íntegra, que traduzi com exclusividade para meu amigo Heitor De Paola. Convido-os ainda a ler o artigo Obrigado, Presidente Uribe, escrito por Eduardo Mackenzie, e que diz tudo aquilo que eu, como admiradora deste notável ser humano, gostaria de dizer.

Obrigada, presidente Uribe e até 2014! Eu e a Colômbia inteira aguardamos seu retorno!

Há muitos assuntos graves para comentar que ficaram sem publicação mas que numa próxima edição revelo e analiso. Fiquem com Deus e até a próxima!

Alocução presidencial Álvaro Uribe primeira parte




Alocução presidencial Álvaro Uribe segunda parte



Alocução presidencial Álvaro Uribe terceira parte


Comentários e traduções: G. Salgueiro

8 comentários:

Demétrius Surdi disse...

Oi Graça,

Uribe trabalhará agora na comissão da ONU para investigar o incidente da Flotilha de "ajuda humanitária para o Hamas" Mavi Marmara, abordada por Israel na noite do dia 31 de maio.

Serão líderes da comissão Uribe, o ex-primeiro ministo da Nova Zelândia Geoffrey Palmer e um turco e um israelense de nomes não divulgados.

Que Uribe trilhe um caminho justo nessa investigação.

Abraços,
Demétrius.

G. Salgueiro disse...

Oi, Demétrius,

Eu estou sabendo sim. Não tenho comentado nada aqui no blog por problemas de ordem pessoal que preciso resolver, mas estou a par de TUDO o que acontece na Colômbia, Venezuela, Equador, Argentina, etc.
De todo modo, obrigada pelo comentário.
Abração!
MG

luiz.mezzomo disse...

Graça.Não quero ser estraga-prazer. Mas estou curioso. Tenho lido notícias que o novo presidente pode mudar a política colombiana em relação ás farc's e ao protoditador chaves? Se isto é verdade, seria uma traição ao Uribe e principalmente com a Colombia. Você sabe se isto tem algum fundamento, ou é mais uma enganação da mídia esquerdista?

Marie disse...

Que invejinha da Colombia... dá pra ver que o Uribe realmente ama seu país!
certificação ISO nos serviços públicos é coisa de excelência mesmo!
Parbéns ao uribe e muitas felicidades

Fusca disse...

Enquanto a Colômbia e o Chile vivem uma democracia, o obscurantismo lulochavista já superou os piores anos de chumbo. Na nova censura pior do que aquela do regime militar, censura-se temas como mensalão, PCC/FARC/Foro de São Paulo, Celso Daniel, Toninho, e agora YVES HUBLET, o escritor que tentou dar bengaladas a Joseph Dirceu Stalin em 2005, época da descoberta do mensalão dos mensalões: o do PT. Este escritor foi preso, INCOMUNICÁVEL, e declarado doente e morto, CREMADO sem autorização de parentes, SEM EXPLICAÇÕES DAS AUTORIDADES NEM COMENTÁRIOS NA IMPRENSA FALADA, ESCRITA E TELEVISADA ATÉ HOJE. Nem no assassinato de Vladimir Herzog a ditadura impediu a publicação e divulgação nacional e internacional do fato, nem o presidente deixou de exonerar o comandante do 2.o exército, dando início à abertura democrática. Hoje não: o medo, a intimidação e a censura é total e não-declarada.

Rafael disse...

"Um de meus propósitos fundamentais será reconstruir as relações com a Venezuela e com o Equador, restabelecer a confiança e privilegiar a diplomacia e a prudência. A palavra guerra não está em meu dicionário. Quem diz que quer a guerra é quem nunca enviou soldados a uma guerra de verdade. Eu o fiz, e sei o que é enfrentar mortes e consolar os familiares"
Presidente Santos.

Dialogar é preciso.

Rafael disse...

Graça, você sabe se a constituição colombiana permitiria a candidatura do Uribe nas próximas eleições?

Lucio lopes disse...

Graça, o Presidente Uribe obteve êxito na contenção ao militarismo das FARCs, mas poderia ter tido melhor sorte na diplomacia. Vejo o Presidente Santos com grandes chances. O que você acha?