terça-feira, 13 de julho de 2010

Detalhes sobre a farsa do "terrorismo" de Peña Esclusa

Desde cedo da manhã tento falar com Indira, esposa de Alejandro Peña Esclusa, mas a ligação cai direito numa caixa-postal. Confesso que estranhei porque é uma gravação feita na voz de um homem que não é Alejandro, me parecendo que a essa altura o telefone está não só grampeado como controlado pelo KGB bolivariano.

Na manhã de hoje Indira deu uma entrevista a Fernando Londoño, em seu programa “La Hora de la Verdad”, que teve tantas vezes o próprio Alejandro como convidado. Nesta entrevista Indira conta como a coisa aconteceu, deixando claro para quem não é ignorante nem conivente com esta patifaria que as “provas” foram plantadas grosseiramente, pois “encontraram” material explosivo guardado numa gaveta do quarto de Cecilia, a filha mais nova do casal, com apenas 7 anos de idade. É preciso ser muito estúpido para crer que, ou Alejandro expunha a própria filha, guardando material explosivo em seu quarto, ou então a menina também faz parte da conspiração terrorista. Ouçam a entrevista aqui:




É odioso ouvir estas coisas! Observem que tudo nesta ação é ilegal, pois invadiram a residência da família sem uma ordem judicial, não permitiram a presença do advogado de Alejandro, que ficou plantado na porta, não permitiram a presença de vizinhos do casal como testemunhas, constrangeram e amedrontaram as crianças, pois queriam revistar seus quartos empunhando uma pistola e, ademais de plantar coisas que incriminariam Alejandro, eram 13 policiais revirando a casa inteira acompanhados de dois estranhos que “eles” trouxeram alegando que eram “vizinhos” que estavam ali para testemunhar a batida que os criminosos faziam. Indira não reconhece esses tipos como “vizinhos” e não sabe sequer se eram pessoas que passavam pela rua ou se já foram trazidos pelos agentes da polícia política.

O vídeo abaixo mostra o momento da invasão gravado pela TV estatal “VTV”, a única presente para documentar os fatos, corroborar a mentira plantada e ser a única versão que o cidadão comum teve acerca dos fatos. Na entrevista, David Colmenares informa que foram encontradas umas “cápsulas de explosivos”, que Alejandro “admitiu” ter conhecimento das mesmas em sua casa e que por isso “não resistiu” à detenção. Indira, por sua vez, nega veementemente que isto tenha ocorrido, sobretudo porque ela SABE que aquele tipo de material NUNCA existiu em sua casa até aquele momento e que, sozinha, ela não podia controlar 13 pessoas espalhadas por seu apartamento revirando e vasculhando tudo em busca de provas incriminatórias. Como não as encontraram, providenciaram uma deixando a marca da mentira bem evidente, plantando-a no quarto de uma menina de 7 anos. Vejam no vídeo abaixo:


Detención de Peña Esclusa



E conforme eu havia dito ontem, por conhecer perfeitamente bem os métodos desta canalha criminosa, hoje recebo um vídeo recomendado por meu amigo Alex, o “Cavaleiro do Templo”, em que María Elvira tem uma conversa com dois ilustres personagens, assíduos de seu programa “María Elvira Live”, que são o ex Capitão de Navio da Armada Venezuelana, Bernardo Jurado, e o advogado cubano Camilo Loret de Mola, acostumado a conversar com presos logo após passarem por interrogatórios em Cuba. Assistam ao vídeo com muita atenção:

DETIENEN PRESUNTO TERRORISTA EN CARACAS. "MARIA ELVIRA LIVE" 07.07.2010



Observem logo nos primeiro minutos do vídeo, numa reportagem de TeleSur, a camaradagem no cumprimento entre Chávez Abarca e seu interrogador. Ora, não é necessário ser um perito em coisa nenhuma para saber que numa situação de interrogatório as partes na situação são oponentes, ou no mínimo desconhecidas, onde um exige explicações por desconfiar de que o interrogado tem algo “anormal” ou irregular a esconder, e o outro encontra-se numa situação de constrangimento tendo que explicar, justificar ou negar as acusações que se lhe fazem naquele momento.

Então Camilo, como cubano, observa que o interrogador tem sotaque CUBANO! E eu deduzo que os dois são velhos camaradas e que a farsa está perfeitamente corroborada através das imagens gravadas. Há perguntas irrespondíveis acerca deste elemento Chávez Abarca, conforme eu levantei a suspeita na edição anterior, que esses dois senhores também observaram, como por exemplo: se a polícia venezuelana o acusa de ter vindo ao país a soldo de Posadas Carriles para cometer atos de terrorismo e desestabilizar o governo, por que ele foi deportado no mesmo dia que chegou a Caracas? Se ele foi deportado imediatamente, como pôde ter entregado todo o esquema, nomes dos envolvidos, inclusive denunciado Peña Esclusa como seu cúmplice, numa rapidez jamais vista sem sofrer qualquer bofetada para confessar? Que espécie de “espião” é esse que entrega tudo de bandeja já na primeira pergunta cordial? Tem mais: se ele pretendia cometer atos de terrorismo na Venezuela, por que não ficou detido lá para averiguação das informações, depois julgado e preso?

São tantos os “buracos” nesta história macabra que fica claro, para qualquer pessoa que tenha um mínimo de inteligência e acompanhe os fatos, que este circo foi montado com o único objetivo de levantar uma cortina de fumaça sobre o fracasso do tal bolivarianismo, do colapso energético, da semi-falência da PDVSA, das toneladas de comida apodrecidas em containers enquanto o povo passa fome, e uma maneira eficaz de “justificar” o encarceramento de todos os seus opositores de uma cajadada só. A lista dos próximos a serem acusados por crimes que não cometeram é grande e Alejandro foi apenas o primeiro. Eles sempre fazem assim: se não há qualquer prova para tirar do caminho os opositores, eles inventam, plantam informações falsas e até provas materiais concretas, como fizeram com Alejandro.

E, posso estar enganada, mas acredito que este episódio não só foi planejado por Cuba, como a beneficia também, justo no momento em que as críticas em relação aos presos-políticos “obrigaram” o regime a libertar 7 deles, como “prova de generosidade” e para maquiar uma falsa abertura de Raúl, o ébrio.

Havia muito mais coisas que eu desejava publicar nesta edição de hoje, mas meu amigo Heitor De Paola já o fez, com artigos e matérias de outros sites e que, por isso, recomendo que não deixem de visitá-lo pois são todas muito importantes para se conhecer o caso mais a fundo. Fiquem com Deus até a próxima!

Comentários: G. Salgueiro

8 comentários:

Ari disse...

Temos que descobrir uma tática nova para enfrentar esta corja. São como a AIDs ... ainda não tem como destruir esta praga.
Isto não são qualidade de gente não.
Só mesmo muita reza.
Deus nos livre.

Montenegro disse...

No dia de hoje, 13, a notícia da prisão de Alejandro Peña Esclusa não apareceu em nenhum jornal brasileiro. É indubitável que a violência bolivariana, chefiada pelos cubanos na Venezuela, é mais um passo para calar as oposições, na pessoa do exemplar democrata e humanista, cujo trabalho tem sido de denunciar a insanidade de Chávez e a presença de Cuba no governo do país vizinho.
Toda a resistência dos nossos países contra o comunismo, deve ser mobilizada, em defesa de Alejandro Peña Esclusa, desmascarando o silêncio dos governantes obedientes ao Foro de São Paulo, como o PT de Lula e Dilma, coniventes com os crimes que infestam este continente.

cpaghi disse...

Cara graça, há algum tempo venho acompanhando o seu blog, o qual conheci através do Midia Sem Mascara. Ontem para mim foi uma noite de muito pesar pelo triste destino do Alejandro e, também, de vergonha. Vergonha pelo silêncio que sempre me abateu e, acredito, é o caso de muitos. Acredito que é o momento de um basta; todos os que não querem ver seus entes queridos sumirem só por dizer verdades que incomodam devem lutar pelo futuro que desejam. Eu não vou me calar mais. Rezo para que o Alejandro sobreviva ao tormento. Que o exemplo dele seja seguido por muitos! E o de todos, como você, que indicam o caminho a ser seguido. Um grande abraço!

Carlos Eduardo

Fusível disse...

Graça,

Primeiramente, oremos por Alejandro.

Você acha que a libertação dos presos cubanos no mesmo dia da prisão do Alejandro foi um ato premeditado entre Venezuela e Cuba?

Ato esse com o intuito de abafar a notícia da prisão.

Um abraço e que Deus a abençõe!

Anônimo disse...

Alô Graça
lamento informar que a libertação de Alejandro foi ratificada por um dos "juízes"de Chavez.Como não acredito na justiça de lá acho que terá que ser algo de fora do pais para forçar este habeas-corpus

http://www.eluniversal.com/2010/07/14/pol_ava_ratifican-privativa_14A4183891.shtml

abraços
karlos

Beth disse...

Que o povo brasileiro acorde para o canto da sereia do bolivarianismo, diante de mais esta arbitrariedade de Chávez, o amigo de Lula e presidente do país onde, segundo ele, "há democracia". E que bela democracia! Encerrar na prisão os que ousam se opor a esse protótipo de ditador, e não podem expressar livremente suas opiniões. Estamos apreensivos com o destino de Alejandro Peña Esclusa, mas rogamos a Deus pela sua integridade e imediata libertação, e pela proteção da sua família. Graça, obrigada por nos manteres informados e aguardamos as tuas notícias. Com certeza Alejandro não é o único na lista negra de Chávez, nela também deve estar o arcebispo de Caracas, cardeal Jorge Urosa Savino. Na última semana, o religioso também ergueu sua voz contra o socialismo do século XXI impulsionado por Chávez, acusando-o de conduzir a Venezuela à "ditadura marxista, comunista, que está levando o país à ruína".

Esperança disse...

Graça, se puder, publique:

Olá,

Eu queria chamar sua atenção para esta petição que iniciei recentemente e já assinei. Realmente acho que essa é uma causa importante e gostaria de encorajá-lo(a) a adicionar sua assinatura também. É grátis e leva apenas alguns segundos. Esta petição está hospedada no site especializado iPetitions. Assinando a petição você não passará a fazer parte de nenhum grupo de discussão e nem será contactado novamente sobre este assunto depois de receber a mensagem automática de agradecimento por assinar a petição.

Obrigada e ENVIE para seus amigos!

Para ler a petição e assinar clique no link LIBERTEM PEÑA ESCLUSA - FREE PEÑA ESCLUSA ou em
http://www.ipetitions.com/petition/freepenaesclusa/

Rebecca Santoro
E-mail: rebeccasantoro@gmail.com

EM ESPANHOL:

Hola,

Deseé llamar su atención para esta petición que inicié recientemente y ya firmé. Realmente encuentro que esto es una causa importante y quisiera animarle a que también agregue su firma. Es gratuito y toma solamente algunos segundos. Esta petición se contiene en lo sitio especializado iPetitions. Firmando la petición usted él no comenzará a ser parte de ningún grupo y ni será contactado otra vez en este tema después de recibir el mensaje automático de gratitud por firmar la petición.
¡ENVÍA para sus amigos!

Para leer la petición y firmar: LIBERAN PEÑA ESCLUSA - PEÑA LIBRE ESCLUSA o
http://www.ipetitions.com/petition/freepenaesclusa/


EM INGLÊS:

Hi,

I want your attention to this important petition that I recently created and signed. I really think this is an important cause and I'd like to encourage you to add your signature too. It's free and takes just a few seconds of your time. To read and sign the petition click on LIBERAN PEÑA ESCLUSA - PEÑA LIBRE ESCLUSA or http://www.ipetitions.com/petition/freepenaesclusa/

Thanks!

Esperança disse...

Estão tentando levar Chavez à Corte de Haya

http://vivavenezuelalibre.blogspot.com/2010/07/de-cuando-llegara-hugo-chavez-la-haya.html