sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Áudios do velório e sepultamento de Orlando Zapata Tamayo

Conforme prometi ontem, apresento agora em dois áudios as manifestações durante o cortejo fúnebre que seguiu por Banes até chegar ao cemitério onde foi enterrado o que restou deste grande lutador pacífico, torturado até a morte pela ditadura comunista dos Castro.

É um momento comovente, sobretudo pela espontaneidade das palavras ditas pelos que se manifestaram. O tempo todo as pessoas gritam "Libertad!" que, para nós que não conhecemos o que é viver prisioneiro dentro do próprio país, sem direito sequer a dizer o que pensa, parece uma palavra vazia ou velho e desbotado clichê. Entretanto, para esta gente, esta palavra é o bem mais precioso, a única coisa que importa porque o resto vem como conseqüência, porque em Cuba esta ausência está cobrando vidas.

Na primeira parte algumas pessoas se despedem de Zapata, cantam o hino de Cuba e dona Reina fala de sua dor e revolta com bravura, sem medo dos algozes de seu filho. Na segunda parte, apenas dona Reina conclui sua despedida do filho assassinado, mostrando que sua dor não a enfraquece. Ela não desmaia, chora ou se lamenta; antes, acusa com valentia os assassinos de seu filho e conclama outros a não terem medo de denunciar perante o mundo a crueldade desta ditadura insana, miserável que dura já mais de meio século.

Depois de ouvir isto, só nos resta ficar em silêncio e meditar sobre a nossa responsabilidade individual em denunciar, ou dar as costas a essa infâmia. Dona Reina nos ensina a não ter medo, a não se acovardar ante um tirano arrogante e cruel, e as lições que esta senhora nos passa não podem cair no vazio.

Escutem com reverência. Fiquem com Deus e até a próxima!

Comentários: G. Salgueiro

Parte I: marcha opositora nas ruas de Banes durante o enterro do prisioneiro de consciência Orlando Zapata Tamayo

e="application/x-shockwave-flash" allowscriptaccess="always" allowfullscreen="true" width="425" height="344">
Parte II: marcha opositora nas ruas de Banes durante o enterro do prisioneiro de consciência Orlando Zapata Tamayo

7 comentários:

Anônimo disse...

Até quando esta situação vai permanecer na ilha de Lost?

Lura do Grilo disse...

O Granma apresenta agora Orlando Zapata como um pereso de delito comum manipulado! Não tem vergonha nem respeitam os mortos

Beth disse...

Graça querida,

A máscara de "pai dos pobres" de Lula finalmente caiu,justo em Cuba, no dia da morte de Orlando Zapata Tamayo, cuja morte, com certeza,não será em vão. Espero que a repercussão da vileza de Lula sirva para acordar nosso povo nas próximas eleições, e diga não ao projeto continuísta do petismo/marxista/leninista no Brasil.Que Deus recolha a alma de Zapata, continue consolando e fortalecendo sua corajosa mãe, familiares, amigos e todos os combatentes da liberdade em Cuba.No vídeo a seguir integrantes da "Asamblea de la Resistencia Cubana" ocupam pacificamente a embaixada do Brasil em Miami, para denunciar a vergonhosa cumplicidade de Lula pelo assassinato de Zapata pelo regime castrista.
http://www.youtube.com/watch?v=GlhlKKKXj5Q

Abs, Beth

G. Salgueiro disse...

Olá, Lura do Grilo,

Isto é absolutamente normal na cabeça de um psicopata quando se vê acossado: na falta de argumentos inventa uma mentira porque, pra eles e sua corja de defensores/bajuladores como Lula e Chávez, cola.
Abraço cordial
MG

G. Salgueiro disse...

Beth, querida,

Obrigada pela indicação do vídeo. Eu recebi o comunicado e o vídeo, inclusive com várias fotos, no dia posterior ao evento mas não pude publicar por absoluta falta de tempo.
O melhor acontece a partir do minuto 8, se é que este vídeo é o mesmo que recebi, quando alguém da embaixada sai querendo "entender" a manifestação e Sylvia Iriondo aponta alguns dos presentes ali como ex-presos que passaram 25, 26, 28 anos nas masmorras castristas.
Mas esse tipo de informação os jornalões brasileiros JAMAIS vão ter coragem de publicar, não é?
Se eu conseguir um tempinho amanhã, publico aqui as fotos e o vídeo para mais pessoas verem.
Beijos
MG

Stenio Guilherme Vernasque da Silva disse...

Amiga Graça,

Ainda à respeito do Fórum do I. Millenium (desculpe voltar o tema, mas preciso de suas palavras).
Entrei em debate (se é que proselitismo possa ser considerado debate), lá no fórum do site e eles estão com panfleteiros que descaracterizam posts a lá petralhagem.

Gostaria que prestasse atenção às falas do R. Bittencourt:

http://www.imil.org.br/blog/democracia-no-brasil-esta-consolidada-afirmam-deputados-e-jornalista/

Se vc puder fazer um breve comentário aqui fico feliz, afinal suas palavras sempre me confortam.

Publiquei esta afronta aqui também:

http://antiforodesaopaulo.blogspot.com/2010/03/instituto-millenium-paga-militontos.html


Grande e fraterno abraço.

G. Salgueiro disse...

Stenio, amigo,

Por favor, manda um comentário com seu e-mail para que possamos falar em privado, pois tenho muitas coisas a comentar mas não seria possível por aqui, até mesmo por questão de espaço.
Como sempre fiz com outras pessoas, não publico o comentário com seu endereço preservando sua privacidade.
Combinado?
Abração!
MG